O antigo tenista Sebastien Grosjean foi nomeado capitão da equipa de ténis da França para as próximas duas temporadas da Taça Davis e para os Jogos Olímpicos Tóquio2020, anunciou esta segunda-feira a federação francesa de ténis.

O antigo tenista, de 40 anos, venceu quatro títulos, incluindo o Masters de Paris em 2001, e chegou ao quarto lugar do ‘ranking’ ATP, antes de se retirar em 2010, assumindo a equipa deixada por Yannick Noah após a derrota na final da Taça Davis, frente à Croácia.

Amélie Mauresmo rejeitou o cargo para se concentrar em treinar o também francês Lucas Pouille, pelo que Grosjean vai liderar a seleção até 2020, depois de o grupo ter criticado o formato da Taça Davis a partir de 2019. Apesar das críticas, o diretor técnico Pierre Cherret disse que “todos os atletas” se comprometeram a jogar na próxima edição “se forem convocados”.