Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo reitera necessidade de entendimento entre bombeiros e Governo

Os bombeiros profissionais vão estar em greve entre 19 de dezembro e 2 de janeiro, em protesto contra as propostas do Governo que regulam estatuto e aposentação.

TIAGO PETINGA/LUSA

O Presidente da República reiterou esta terça-feira a necessidade de entendimento entre os bombeiros profissionais e o Governo, tendo em conta o próximo ano, escusando-se a comentar a greve, que começa esta noite em algumas localidades.

“Também não me vou pronunciar, neste momento. O que eu tinha a dizer sobre os bombeiros está dito, e repito, é haver diálogo, haver entendimento. O país o que precisa é de haver entendimento a pensar no próximo ano e a pensar naturalmente nos meses que serão vividos aqui, por menos de um semestre, e que exigem que todas as instituições colaborem em termos de segurança de todos nós”, afirmou Marcelo Rebelo de Sousa.

O chefe de Estado falava à margem do concerto solidário das Forças Armadas que decorreu esta segunda-feira, na Casa da Música, no Porto e que angariou três mil euros para a Associação de Deficientes das Forças Armadas e a Associação dos Albergues Noturnos do Porto.

Os bombeiros profissionais vão estar em greve entre 19 de dezembro e 02 de janeiro, em protesto contra as propostas do Governo que regulam estatuto e aposentação, mas há municípios onde a paralisação tem início às 20:00 de terça-feira.

Segundo um comunicado do Sindicato dos Trabalhadores do Município de Lisboa (STML) e do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local (STAL), apesar de anunciada para as 00:00 de quarta-feira, a greve inicia-se “a partir das 20:00 do dia 18 de dezembro” no Regimento de Sapadores Bombeiros.

O protesto, esclareceu a nota do STML e do STAL, “procura, no essencial, reverter decisões e opções políticas que de forma inédita agravam a vida e o trabalho de milhares de bombeiros profissionais”.

Os bombeiros profissionais lutam “pelo vínculo de nomeação e pela manutenção estatutária da carreira como corpo especial de Proteção Civil” e pela “manutenção da carreira com atividade e funções de prestação permanente de socorro”, distinguindo-se de outras carreiras apenas com funções de prevenção.

O anúncio da greve de 15 dias foi feito durante a concentração de protesto realizada em 03 de dezembro, na Praça do Comércio, em Lisboa, contestando o novo estatuto profissional que regula a carreira especial de sapador bombeiro e de oficial sapador, e o novo regime de aposentação, aprovados na generalidade pelo Governo a 25 de outubro.

Esta proposta do Governo cria uma carreira unificada para os bombeiros municipais e sapadores e novas tabelas remuneratórias, além de integrar os operacionais da Força Especial de Bombeiros e os trabalhadores do Instituto de Conservação Natureza e das Florestas (ICNF) que desempenham funções de sapador florestal.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)