O treinador do Rio Ave disse esta terça-feira que vencer na quarta-feira o Sporting, em Alvalade, nos oitavos de final da Taça de Portugal de futebol, “não é uma missão impossível”.

José Gomes reconheceu o bom momento que os ‘leões’ estão a atravessar desde a chegada do novo treinador, o holandês Marcel Keizer, mas mostrou “confiança” na sua equipa. “O Sporting tem estado muito bem, com espírito ofensivo e sempre à procura do golo. Vai, certamente, continuar a mostrar essa sua força, mas não considero uma missão impossível [vencer em Alvalade]”, afirmou.

José Gomes lembrou os últimos jogos do Sporting em casa, frente a Desportivo das Aves e Nacional, para o campeonato, que os ‘leões’ até começaram a perder, para sustentar que o Rio Ave também estudou as debilidades do adversário.

“Temos sempre em consideração os pontos fortes do adversário, mas, também, o que ele faz de menos bem. Apesar de termos uma preparação com pouco tempo para este jogo, temos obrigação de saber esses aspetos, que serão muito importantes”, vincou.

O treinador do Rio Ave não considerou que a maior aprendizagem sobre a nova forma de jogar do Sporting seja um trunfo para a sua equipa, lembrando que Marcel Keizer “também já conhece melhor o futebol português e o Rio Ave”.

“O que digo é que vai ser um jogo difícil contra um adversário que marcou mais de duas dezenas de golos desde a chegada do novo treinador. Mas também vai ser difícil para o Sporting. Creio que a concentração e o rigor serão a chave desta eliminatória”, analisou José Gomes.

Precisamente sobre o facto deste ser um duelo a eliminar, o técnico dos vila-condenses prevê “um grande jogo de futebol”, garantindo que “o Rio Ave não vai a Alvalade defender”.

“Atendendo à forma como joga o Sporting, acho que vai ser um grande jogo de futebol. Sendo a eliminar, vamos procurar disputá-lo dentro dos nossos princípios, tendo em consideração os pontos fortes do adversário, mas encarando-o para ganhar e seguir em frente”, assumiu José Gomes.

O treinador do Rio Ave foi confrontado com recentes declarações de Fábio Coentrão sobre a preferência clubística, em que o internacional português se assumiu como “sportinguista de coração”. José Gomes não vê que tal seja impedimento para utilização do atleta neste desafio e disse, até, que Coentrão quer “mais que todos vencer este jogo”.

“O Fábio é um excelente jogador, um competidor nato, que, calculo, nas cartas ou no dominó será aguerrido para vencer. Independentemente do que disse, tenho a certeza que não há ninguém que queira mais do que ele ganhar este jogo”, afirmou o treinador do Rio Ave.

Para este desafio, José Gomes admitiu que o médio Diego Lopes ainda está em dúvida, devido a limitações físicas, apesar de ter sido convocado. Fora das opções ficam os lesionados Ronan, Joca, Nuno Santos e Borevkovic.

O Rio Ave defronta na quarta-feira o Sporting, no estádio José Alvalade, em Lisboa, em partida dos oitavos de final da Taça de Portugal, agendada para as 19h30.