Há dias em que a sorte não quer nada connosco. E, para este proprietário de um Range Rover, este foi exactamente um dos seus dias mais negros. Numa ponte rasa sobre um rio, no longínquo Curdistão, já alagada pela subida do nível da água, o homem do Range nem hesitou e tratou de se atirar à água. Neste caso, literalmente.

A tentativa de travessia, com o rio a chegar-lhe às portas, nem estava a correr mal, pois o Range Rover lá ia vencendo a força da água. Até que, já com a meta à vista, que é como quem diz, a margem, eis que o motor do SUV inglês se calou, deixando o dono e o objecto do seu orgulho dentro do rio.

Menos mal que uma retroescavadora estava mesmo ali à mão e, rapidamente se prontificou a resgatar o condutor e o valioso veículo, especialmente naquele país. Com que custo não sabemos, mas que obviamente dependerá da visão comercial do operador da máquina.

A segundos de ser salvo, o condutor do Range passou de ‘atascado’ a embaraçado, isto porque uma velhota pick-up da Toyota chegou à ponte alagada, que tinha acabado de “engolir” o Range, e nem hesitou. Atravessou-a a bom ritmo, passou pelo SUV a uma velocidade razoável, o suficiente para o “cachão” que levantou meter ainda mais água para dentro do Range Rover, e estacionou na outra margem. Ficámos na dúvida se o fez para ‘envergonhar” o Range Rover ou se para ganhar valor numa eventual troca da enferrujada pick-up pelo reluzente SUV. Veja o vídeo, publicado pela televisão local, e decida por você mesmo.