Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Nos últimos 12 anos, foi Dieter Zetsche quem esteve ao volante da Daimler, período em que as vendas subiram, os lucros também, com o sucesso na Fórmula 1 a surgir como ‘a cereja no topo do bolo’. Mas seja por uma questão de idade ou pela necessidade de uma nova estratégia, a realidade é que o tempo de Zetsche como CEO vai chegar ao fim em 2019, pelo que o engenheiro alemão está já à procura de uma nova actividade. E decidiu pedir isso mesmo ao Pai Natal.

O vídeo publicado pela Daimler releva esta humorística “entrevista de emprego”, em que Zetsche passa em revista uma série de actividades a que se poderia dedicar, como assumir-se parceiro de Lewis Hamilton. Infelizmente, essa hipótese de carreira acaba por ser colocada de lado ao não lhe servir o fato de competição do pentacampeão do mundo de F1, o que se compreende, pois não só Zetsche é consideravelmente mais alto, como nem o próprio Hamilton conseguiria vestir o seu fato por cima das calças de ganga.

Mas se está preocupado com o futuro do (em breve) ex-CEO, não esteja, uma vez que quando a sua saída foi anunciada em Setembro, foi igualmente revelado que faz parte do acordo ficar no “desemprego” durante dois anos, período ao fim do qual regressará à Daimler como chairman, uma posição muito menos exigente do que a actual, mas com igualmente muito menos poder.

O vídeo é divertido, com Zetsche a revelar um sentido de humor que não lhe conhecíamos.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR