Apesar de poderem estar atrasados para reuniões, apanhar um comboio ou até um avião, a realidade é que os ingleses passam uma quantidade colossal de horas à procura do seu veículo, de acordo com um estudo agora revelado. Porquê? Porque não fazem ideia onde o estacionaram. Curiosamente, a referida sondagem foi encomendada pela Nissan do Reino Unido.

Suportada pelas respostas de 2.000 condutores, cerca de 670 admitiu que se esquecia onde tinha estacionado o seu automóvel uma vez por mês, com 20 a confessarem que o faziam semanalmente. E, na batalha entre sexos, foram as mulheres a ganhar de forma esmagadora, pois 72% são mais dadas a não se recordar onde estacionaram. Mas se as condutoras são exímias a ‘perder’ o carro, são igualmente mais hábeis a encontrá-lo, não necessitando de mais de 8,8 minutos, em média, contra os homens, que conseguem estar 11,9 minutos em busca do veículo. O mais preocupante é existirem casos em que há indivíduos que estão mais de 30 minutos a fazer de Sherlock Holmes em relação ao seu próprio automóvel.

O local para perder uma coisa tão grande está habitualmente associado aos silos automóveis no centro das cidades, centros comerciais, supermercados, aeroportos e concertos. Tudo junto, anualmente há 133 milhões de “carros perdidos” no Reino Unido, que consomem 35 milhões de horas de “apuradas” pesquisas. Isto apesar de os smartphones permitirem registar o local onde se estaciona o carro e, logo, assegurar uma forma fácil e rápida de o encontrar, além das aplicações disponíveis para atingir o mesmo fim – 9% admite recorrer à tecnologia que combina o software do veículo com o telefone para realizar a mesma proeza.

A finalidade do estudo é, por um lado, demonstrar a imensidão do problema, de que poucos se apercebiam antes de ser divulgado, bem como recordar que o fabricante nipónico oferece nos seus veículos mais recentes o Nissan Intelligent Mobility Technology, que muda – para melhor – a forma como nos relacionamos com o nosso veículos. Isto inclui o Door to Door Navigation e o (aparentemente mais útil do que nós imaginávamos) Find My Car.