Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Um cidadão estrangeiro foi detido pela Diretoria do Centro da Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas da prática do crime de tráfico de estupefacientes. O suspeito, de 29 anos, a residir na zona centro do país, tinha em sua posse droga que “renderia” mais de um milhão e meio de euros, uma vez comercializada, esclarece a PJ num comunicado emitido esta quarta-feira.

O homem dedicava-se à produção e comercialização de estupefacientes, segundo apurou a PJ, no seguimento de diligências realizadas. As buscas realizadas vieram comprovar as suspeitas da investigação. Foram apreendidas “avultadas quantidades” de droga que “dariam para a composição de centenas de milhares de doses individuais“. Em causa estão cerca de 44 quilos de haxixe; 23 quilos de ecstasy; 12 quilos de liamba; 125 gramas de cocaína e mais de nove mil selos de LSD.

A droga apreendida, que em grande parte teria por destino o mercado internacional, caso tivesse chegado aos circuitos ilícitos de distribuição, renderia um valor superior a um milhão e meio de euros“, lê-se no comunicado emitido esta quarta-feira.

Além dos produtos estupefacientes, foram apreendidas também armas ilegais e “diverso material utilizado para cultivo, produção, pesagem e embalamento de produtos estupefacientes”. A PJ acredita que o objetivo do suspeito passava por introduzir “grande parte” dos produtos no mercado internacional ilícito de distribuição e comercialização de droga.

O homem, cuja nacionalidade não foi, para já, revelada, foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação máxima. O suspeito aguarda os próximos passos judiciais em prisão preventiva.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR