Dark Mode 167kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Sismo de magnitude 4.8 abala Itália

Um sismo de magnitude 4.8 na escala de Ritcher abalou esta quarta-feira de madrugada a zona de Catânia, junto ao Monte Etna, em Itália. Até ao momento, há registo de vinte e oito feridos.

i

As pessoas que ficaram feridas sofreram pequenas escoriações devido à queda de objetos

As pessoas que ficaram feridas sofreram pequenas escoriações devido à queda de objetos

Um  sismo de magnitude 4.8 na escala de Ritcher abalou esta quarta-feira a zona de Catânia, junto ao Monte Etna e com epicentro de 1 km de profundidade em Viagrande e em Trecastagn, em Itália. Até ao momento, há registo de vinte oito feridos, avança o jornal italiano La Reppublica e a agência noticiosa ANSA.

O sismo ocorreu às 3h19 locais (menos uma hora em Portugal Continental) a localidade de Fleri e Zafferana Etnea são consideradas as zonas mais afetadas. Várias pessoas saíram à rua com medo das possíveis consequências do abalo. Dos vinte oito feridos ligeiros que precisaram de tratamento médico, dez foram transportados de ambulância e os restantes 18 foram transportados para o hospital. As pessoas que ficaram feridas sofreram pequenas escoriações devido à queda de objetos.

O presidente da câmara de Catânia,  Claudio Sammartino, já fez um balanço provisório dos estragos, após a queda o desabamento de alguns muros e casas. O autarca abriu escolas e ginásios municipais para acomodar pessoas que não podem ou não querem voltar para as suas casas. A assistência foi delegada à Cruz Vermelha e o comandante da Proteção Civil italiana, Angelo Borrelli, está a deslocar-se da Sicília para Catânia para avaliar os danos causados.

Dos principais estragos apontados, a imprensa italiana destaca o troço da auto-estrada A18, que liga Catânia a Messina, e que está cortado devido a estragos no asfalto e a  fachada principal da igreja de Santa Maria del Carmelo em Bongiardo. Em Fleri, um prédio desabou e duas pessoas tiveram que ser retiradas dos escombros com alguns ferimentos ligeiros. No local, estiveram polícias e bombeiros e a estrada esteve cortada. A linha ferroviária entre  Messina-Siracusa e Catania-Palermo esteve também interrompida.

De acordo com as autoridades italianas, o terramoto casou vários estragos em edifícios. Nas redes sociais já circulam imagens dos destroços.

O vice primeiro-ministro italiano, Luigi Di Maio, escreveu na sua página de Facebook que na quinta-feira estará em Catânia com o comandante da Proteção Civil italiana para “avaliar a extensão dos danos e planificar as intervenções de assistência”.

O sismo acontece dois dias após a erupção do vulcão Etna, o maior  na Europa, que se mantém ativo desde então e já provocou 11 tremores desde terça-feira. Apesar de alguns voos terem sido condicionados temporariamente, a intensa atividade sísmica do vulcão não está neste momento a ter grande impacto na atividade do aeroporto internacional de Catânia, que está totalmente operacional, noticia o jornal italiano.

(em atualização)

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.