A separação das embalagens usadas para reciclagem dá trabalho? Nunca sequer pensou nisso? Talvez chegue ao fim deste texto com uma opinião diferente.

A existência de resíduos é uma consequência da atividade humana, mas podemos respeitar os limites do planeta e continuar a viver em prosperidade se participarmos ativamente na gestão desses resíduos.

Adotar medidas sustentáveis e comportamentos conscientes parte quer das organizações, quer dos cidadãos. Uma boa gestão dos materiais e seus resíduos permite o prolongamento de vida dos mesmos, respeitando os princípios de economia circular – passar de uma economia linear: produzir, usar e descartar para um ciclo em que os materiais são reaproveitados e inseridos novamente no circuito produtivo.

Há quem ainda não tenha criado o hábito de separar as embalagens usadas, para as colocar num ecoponto. Mas como somos pessoas de hábitos, se todos os dias adotarmos um gesto simples, ele fará parte do nosso dia a dia, sem dificuldade. Aos que já se preocupam, irão juntar-se nos próximos tempos os que ainda não estão sensibilizados. É uma questão de atitude, é uma questão de reciclar sempre.

Siga estas dicas

A Sociedade Ponto Verde (SPV) gere há mais de 20 anos o sistema ponto verde, que integra uma cadeia de parceiros e intervenientes que fazem a reciclagem acontecer. Neste momento, são já 7 em cada 10 os lares portugueses que separam embalagens. Vamos fazer mais?

Acredite: reciclar torna-se um comportamento natural e quotidiano, só precisa de começar. A campanha “Transforme ideais em gestos reais”, da SPV, com presença nas ruas e nos ecrãs de todo o país, vem chamar a atenção para isso mesmo. Se reconhecemos os benfícios da reciclagem, entao há que colocar esse ideal em prática. Sempre que usamos embalagens elas devem ser colocadas no ecoponto. Em casa, no escritório, na escola ou na rua, cada embalagem conta.

Comece agora mesmo. Siga estas dicas:

  • Separe todas as embalagens usadas: no emprego, em festas, no ginásio ou na escola;
  • Espalme as embalagens;
  • Separe as embalagens por material: embalagens de plástico, metal e pacotes de bebidas no ecoponto amarelo; embalagens de vidro, no ecoponto verde; e embalagens de papel/cartão, no ecoponto azul;
  • Não precisa de lavar ou retirar rótulos;
  • As garrafas que contiveram produtos gordurosos podem ser colocadas no ecoponto.

Números animadores

É cada vez mais elevada a percentagem de resíduos que entra no circuito da reciclagem. Se ajudarmos a reforçar esta tendência, estaremos a contribuir para a manutenção dos recursos não renováveis do planeta e a reduzir a pressão sobre a natureza. Mas podemos sempre fazer mais. Convém, por isso, lembrar alguns números importantes:

– No país existem mais de 45000 ecopontos;
– 100% do território tem acesso à recolha seletiva;
– Até 2025 a meta de reciclagem das embalagens é de 65%;
– Em 20 anos já enviámos para reciclagem 7,5 milhões de toneladas de embalagens. O equivalente a 3 Pontes Vasco da Gama;
– No minuto que demora a abrir o seu presente de natal, reciclamos 159kg de embalagens de papel cartão.