Na madrugada desta sexta-feira, Nova Iorque foi iluminada por uma luz azul fluorescente. Nas redes sociais, quem viu o fenómeno receou uma invasão extraterrestre, mas afinal não passou de uma explosão num transformador de uma central de eletricidade, noticiou o jornal The New York Times.

No Twitter, a empresa Con Edison confirmou que houve um incêndio na subestação localizada entre a 20th Avenue e a 32nd Street, em Queens, mas que o sistema elétrico na região se encontrava estável.

A Polícia de Nova Iorque, que esteve a acompanhar a situação, confirmou também via Twitter que não se tratou de uma invasão extraterrestre e que não houve mão criminosa. “Sem feridos, sem fogo, sem evidência de atividade extraterrestre.” No entanto, o barulho, vibração e luz produzidas pela explosão fizeram com que muitas pessoas contactassem o número de emergência (911).

A quebra de energia na zona, em particular no aeroporto de La Guardia, obrigou ao cancelamento de alguns voos. O metro também registou perturbações.

Nas redes sociais multiplicaram-se os vídeos de quem ficou surpreendido com o fenómeno.