Esta ideia da Volkswagen pode parecer estranha, mas é apenas mais uma forma de lidar com um futuro eléctrico, com automóveis, bicicletas e trotinetas alimentados por baterias. Em vez de ligados à rede, o que implica custos e adaptações por vezes difíceis de realizar, os Mobile Charging Station são eles próprios recarregáveis, possuindo no seu interior baterias com a capacidade de 360 kWh (o equivalente a nove baterias do Zoe ou Leaf) para alimentar os veículos eléctricos que necessitem.

Imaginemos por exemplo o Algarve, que em determinados locais multiplica por 10 o número de habitantes durante os meses de Verão. Quando o parque de veículos eléctricos assumir determinada dimensão, não faz sentido obrigar as autarquias algarvias a investir uma fortuna a ‘semear’ postos de carga e adaptar a rede para alimentá-los, só para fazer frente a um pico na procura que, no limite, pode durar três meses por ano. O mesmo acontece quando se organiza um grande concerto ou qualquer evento que arraste multidões. Nestes casos, faz sentido deslocar para esses locais postos deste tipo que, por serem móveis, podem ser substituídos à medida que vão ficando sem energia.

A ideia parece boa, ainda que para lidar exclusivamente com situações pontuais. Estes postos podem ainda ser ideais para montar algures numa estrada nacional ou numa pequena vila, para servir mais quem passa do que quem lá vive, sempre que possível alimentados por aerogeradores ou painéis solares, como aqueles que a Tesla usa para alimentar os seus superchargers nos EUA. Ou mesmo para recarregar lentamente através de uma ligação à rede normal (220V). Para reduzir os custos, a Volkswagen utiliza nestes carregadores móveis as mesmas baterias que vai montar nos seus modelos eléctricos da gama I.D.

Além da capacidade de 360 kWh, que segundo o construtor servirá para alimentar 15 veículos – o que até é possível desde que alguns sejam trotinetas ou bicicletas, com baterias mais pequenas -, estas estações de carga têm quatro saídas de energia, duas para corrente contínua (DC) e outras tantas para alterna (AC), para servir todo o tipo de veículos. As ligações de maior potência, as DC, montam tomadas CCS Combo, podendo fornecer até 100 kW.

O projecto dos carregadores móveis foi apresentado originalmente por ocasião do 80º aniversário da cidade de Wolfsburg, sede da Volkswagen, tendo sido instalados 12 postos, espalhados pela cidade. Na altura estava previsto para cada carregador uma capacidade de apenas 200 kWh, como pode ver no vídeo: