Filipinas

Atentado à bomba nas Filipinas provoca dois mortos e 35 feridos

Uma bomba explodiu num centro comercial em Cotabato, no sul das Filipinas, matando dois homens e fazendo, pelo menos, 35 feridos. Porta-voz da polícia local responsabiliza extremistas islâmicos.

STRINGER/EPA

Autor
  • Agência Lusa

Uma bomba explodiu hoje num centro comercial em Cotabato, no sul das Filipinas, matando dois homens e fazendo, pelo menos, 35 feridos, segundo dados avançados pela porta-voz da polícia local, que responsabiliza um grupo de extremistas islâmicos.

Após a explosão, os investigadores revistaram o centro comercial e encontraram um segundo pacote suspeito que conseguiram neutralizar, disse a porta-voz da polícia, a inspetora-chefe Rowell Zafra, citada pela agência de notícias France Presse.

A explosão matou um vendedor ambulante e um outro homem, sendo a maioria dos feridos clientes que estavam a fazer compras para as festividades do Ano Novo.

A explosão rebentou com as janelas dos prédios ao redor e espalhou pelas ruas muitos objetos de festa, como papelão e trompetes de plástico, segundo uma descrição da France Presse.

De acordo com o comandante do exército na região, o general Cirilito Sobejana, um homem colocou uma caixa em frente ao centro comercial, que pouco tempo depois explodiu.

Cirilito Sobejana acrescentou que a bomba tem a assinatura de um “grupo Daesh”, referindo-se aos extremistas muçulmanos locais que prometeram fidelidade ao grupo jihadista do Estado Islâmico.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Greve

O povo é quem mais ordena e a CGTP está fora /premium

André Abrantes Amaral

Quando os motoristas de matérias perigosas param o país e não se revêem na CGTP é a própria Concertação Social que está posta em causa, o que revela o quanto a geringonça distorceu esta democracia.

Eleições Espanha 2015

Sombras da guerra civil /premium

Manuel Villaverde Cabral

Não se espera uma nova guerra civil mas não são de afastar enfrentamentos de vários géneros, incluindo físicos, apesar da pertença comum à União Europeia, cujos inimigos em contrapartida rejubilarão!

25 de Abril

O Governo Ensombrado vai ao circo

Manuel Castelo-Branco
143

Se hoje é possível um programa como o Governo Sombra, foi porque o Copcon de Otelo não vingou. Porque apesar de serem “apenas” 17 vítimas mortais, as FP25 foram desmanteladas e os seus membros presos.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)