A acção deste vídeo, que nos trouxe a marca de Sant’Agata Bolognese, tem lugar numa loja de brinquedos, algures em Itália, invadida por crianças na quadra natalícia. O dono da casa dos brinquedos tentava vender aos miúdos que queriam miniaturas da Lamborghini, modelos de outras marcas, igualmente coloridos, apenas porque estes, alegadamente, estavam esgotados. Até que surgiu uma criança que queria mesmo um Lamborghini e que, na sua ausência, preferia aguardar que chegasse uma nova remessa. Ou seja, o verdadeiro amante da casa fundada por Ferruccio Lamborghini.

A história termina com a criança a receber a sua miniatura, mas das mãos de Marco Mapelli, piloto oficial do construtor transalpino, que ainda teve ocasião de ver chegar, e partir, um impressionante Aventador  SVJ, o modelo mais recente e possante do fabricante.

A Lamborghini produz um anúncio mais focado nas emoções do que no produto. Pormenor que não é de somenos importância quando tem como “eterno” rival a Ferrari. Os dois construtores estão separados por uns míseros 35 km, sendo que fabricam dois dos melhores e mais divertidos superdesportivos do mundo. Na realidade, a Lamborghini nasceu em Sant’Agata Bolognese, a curta distância de Maranello, ambas nos arredores de Modena, com Ferruccio Lamborghini, até então fabricante de tractores, a admitir que enveredou pelos desportivos sobretudo para mostrar a Enzo Ferrari, fundador da marca rival, como se faz um automóvel com raça.