Manchester United

Luke Shaw gastou mais de 6.500 euros nas prendas de Natal para os funcionários do Manchester United

Lateral gastou mais de 6.500 euros em prendas de Natal para funcionários do Manchester United. Mas não foi a primeira vez que Luke Shaw gastou uma pequena fortuna em presentes para o staff do clube.

Luke Shaw está em Old Trafford desde o verão de 2014, altura em que foi contratado pelo Manchester United ao Southampton quando tinha apenas 19 anos

Getty Images

Luke Shaw, lateral esquerdo de 23 anos do Manchester United, viveu tempos difíceis enquanto José Mourinho esteve em Old Trafford. O jogador inglês não enchia as medidas ao treinador português e, para além de andar regularmente afastado dos onzes iniciais, era normalmente visto como o “patinho feio” do plantel. Tão depressa tinha uma oportunidade como depois saía do lote de convocados. Ora, Mourinho foi despedido no passado dia 18 de dezembro. Ole Gunnar Solskjaer, o técnico escolhido pelo Manchester United para orientar a equipa até ao final da temporada, tem apostado em Luke Shaw e o lateral foi mesmo titular nos três jogos (e três vitórias) em que Solskjaer se sentou no banco dos red devils.

Terá sido imbuído deste espírito de quase ressurreição que Luke Shaw – que está no clube desde 2014, altura em que tinha apenas 19 anos – decidiu oferecer presentes de Natal a todos os funcionários do Manchester United que lidam diariamente com os jogadores. De acordo com o Daily Mail, o inglês ofereceu 30 cabazes dos armazéns Harrods, o famoso complexo de lojas que fica em Knightsbridge, Londres, e gastou mais de 6 mil libras (cerca de 6.500 euros) nas prendas para os funcionários do clube de Manchester. Enquanto incentivo à simples generosidade terá estado a renovação de contrato que o lateral assinou em outubro, no valor de 165 mil libras por semana.

A passagem de Mourinho por Old Trafford não permitiu muitas oportunidades ao lateral esquerdo inglês

Ainda assim, esta não foi a primeira vez que Luke Shaw ofereceu presentes luxuosos aos funcionários do clube e gastou uma pequena fortuna nas lembranças de Natal. Em 2017, os mesmos 30 funcionários receberam individualmente um cabaz da Fortnum and Mason, uma das mais famosas lojas de chá de Londres, conhecida por fornecer o chá ao Palácio de Buckingham, onde vive a rainha Isabel II.

Esta terça-feira, duas semanas depois da saída de José Mourinho, Luke Shaw falou à Sky Sports sobre o treinador português e agradeceu-lhe “tudo o que fez pelo clube” e pelo próprio inglês, “enquanto pessoa e jogador”. “Ole [Gunnar Solskjaer] tem um estilo completamente diferente e estamos a adaptar-nos a isso e a divertirmo-nos e isso é o mais importante. Há muito burburinho com o regresso de Ole, há muitas coisas boas pelas quais ansiar. Ele é muito positivo e um tipo muito amigável. E conhece o clube muito bem porque esteve cá muitos anos e sabe aquilo de que o clube precisa. Vai estar cá durante seis meses e seria algo gigante para ele se fizesse um bom trabalho”, defendeu o lateral esquerdo, que esta temporada leva já 20 jogos ao serviço do Manchester United (15 na Premier League, cinco na Liga dos Campeões).

Apesar das divergências com José Mourinho, Luke Shaw recorreu ao Instagram no passado mês de outubro, aquando da renovação de contrato com o Manchester United, para partilhar uma fotografia com o treinador português e garantir que iria “dar tudo para recompensar” o apoio dos adeptos. “Ainda sou muito novo e tenho muito para aprender e mal posso esperar para continuar a progredir com José Mourinho”, escreveu o jogador inglês.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mfernandes@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)