Séries

Terceira temporada de “Stranger Things” chega à Netflix em julho

A série que revê a cultura popular dos anos 1980 com romance e referências de ficção científica e do universo de terror à mistura volta para mais uma temporada. Haverá personagens novas.

A ação de "Stranger Things" passa-se na pequena cidade ficcional de Hawkins, no estado do Indiana

O novo ano começou com uma boa-nova para os fãs da série norte-americana “Stranger Things”: a terceira temporada aterra na plataforma Netflix no dia 4 de julho. A revelação foi feita pela própria Netflix, nas redes sociais, com um poster que indicava simplesmente a data e uma frase: “Um verão pode mudar tudo”.

Além do poster, a Netflix revelou um teaser oficial bem ao estilo de Stranger Things — críptico, portanto, com excertos do programa televisivo de ano novo de culto Dick Clark’s New Year’s Rockin’ Eve, do dia 31 de dezembro de 1984, emitido na estação ABC, e com códigos que indicam a avaria de um ecrã de computador antigo. A plataforma de streaming por subscrição já tinha divulgado um vídeo no primeiro semestre de 2018 mostrando o início da produção da temporada.

A terceira temporada da série terá oito episódios, assim como a primeira temporada (a segunda temporada teve mais um). A narrativa acontece no verão de 1985, novamente na pequena cidade ficcional do estado de Indiana Hawkins, mas um ano após os acontecimentos da segunda temporada. Por agora, ainda não há a confimação oficial de que os episódios da próxima temporada cheguem à Netflix todos em simultâneo, como aconteceu nas temporadas anteriores, mas a hipótese tem sido veiculada como a mais provável.

A terceira temporada introduzirá também novas personagens. Segundo refere a Variety, Maya Hawke (filho dos atores Ethan Hawke e Uma Thurman) vai-se juntar ao elenco interpretado a personagem Robin, descrita como “uma rapariga entediada”. O ator Cary Elwes também irá entrar no elenco interpretando o novo mayor da cidade de Hawkins. Será “um político clássico dos anos 1980 — bonito, habilidoso e desprezível, mais preocupado com a sua imagem do que com as pessoas da pequena cidade que governa”, revelou a Netflix, citada pela revista digital CNET, propriedade do grupo CBS Interactive. Outra personagem nova de “Stranger Things” será Bruce, um jornalista do The Hawkins Post “com princípios morais questionáveis e um sentido de humor doentio”, interpretado pelo ator Gary Busey.

Os autores da série Matt e Ross Duffer já terão adiantado que é provável que a série não termine na próxima temporada, chegando pelo menos à quinta temporada. O ator David Harbour, que interpreta a personagem Sheriff Hopper, corroborou a ideia, uma entrevista à CNET.

Misturando terror, ficção científica e um revisionismo da cultura popular do final dos anos 1980, “Stranger Things” tornou-se uma das séries de culto da Netflix. Pela popularidade das primeiras duas temporadas, foi nomeada para dez prémios Emmy e quatro Globos de Ouro, mas não venceu nenhum dos mais reputados galardões da indústria televisiva de entretenimento norte-americana.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Museus

Preservação do Património Cultural

Bernardo Cabral Meneses

As catástrofes ocorridas no Rio de Janeiro e em Paris deverão servir de exemplo para ser reforçada a segurança contra incêndios nos edifícios e em particular nos museus portugueses.

Sindicatos

Vivam as greves livres

Nuno Cerejeira Namora

Estes movimentos têm de ser encarados como o sintoma de um mal maior: a falência do sindicalismo tradicional e a sua incapacidade de dar resposta às legítimas aspirações dos seus filiados.

Sri Lanka

Ataque terrorista à geografia humana de Portugal

Vitório Rosário Cardoso

É quase indissociável desde o século XVI na Ásia marítima a questão de se ser católico e de se ser Português porque afirmando-se católico no Oriente era o mesmo que dizer ser-se Português. 

Museus

Preservação do Património Cultural

Bernardo Cabral Meneses

As catástrofes ocorridas no Rio de Janeiro e em Paris deverão servir de exemplo para ser reforçada a segurança contra incêndios nos edifícios e em particular nos museus portugueses.

Liberdades

Graus de liberdade /premium

Teresa Espassandim

Ninguém poderá afirmar que é inteiramente livre, que pouco ou nada o condiciona, como se a liberdade significasse tão só e apenas a ausência de submissão e de servidão.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)