China

China testa a sua “Mãe de Todas as Bombas”, jornal ligado ao regime diz que explosão é “gigantesca”

115

Menos de um dia depois de ter alunado uma sonda no lado oculto da Lua, a China revela que testou a sua bomba não-nuclear mais poderosa. O explosivo pode servir para destruir construções subterrâneo.

Imagem do vídeo promocional da NORINCO, o grupo empresarial da indústria de armas da China

A China detonou esta sexta-feira aquilo que garante ser a sua bomba não-nuclear com maior poder destrutivo, o que levou o Global Times, jornal anglófono detido pelo regime chinês, a comparar aquele explosivo com a Mother Of All Bombs, detonada pelos EUA em 2017 no Afeganistão.

De acordo com o Global Times, a bomba foi fabricada pela NORINCO — o grupo empresarial chinês responsável por fabricar e projetar diferentes tipos de armas — e detonada em local incerto após ter sido lançada por um avião militar do tipo H-6K.

Aquele jornal diz que a explosão foi “gigantesca” e cita ainda um especialista chinês, Wei Dongxu. “A explosão maciça pode muito facilmente fazer desaparecer alvos subterrâneos, tais como edifícios fortificados, bastiões ou abrigos”, disse.

De acordo com o mesmo especialista, a bomba chinesa é ainda mais pequena e leve — o que não deve ser confundido com menor poderio, algo que não é quantificado na informação disponibilizada — do que a bomba detonada pelos EUA para abater um complexo subterrâneo do Estado Islâmico no Afeganistão. Esta bomba ficou conhecida com a Mother Of All Bombs (Mãe de Todas as Bombas, em português).

A informação de que agora também a China possui uma bomba deste calibre surge menos de 24 horas depois de ter sido também noticiado que a China conseguiu ser o primeiro país a alunar uma sonda no lado oculto da Lua.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: jadias@observador.pt
China

Vamos mesmo ignorar isto? /premium

Sebastião Bugalho
197

A Europa assumiu pela primeira vez que o expansionismo da China representa uma ameaça para o continente e os jornais portugueses, que tão competentemente cobriram a visita de Xi, não fazem perguntas?

Crónica

Mais 5 dias inúteis /premium

Alberto Gonçalves

Claro que o ar do tempo começa a tornar-se irrespirável e que uma sociedade fundamentada na desconfiança e na delação não promete um futuro risonho. Claro que me apetecia fazer queixa. Mas a quem?

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)