O treinador do Vitória de Setúbal quer no domingo reencontrar os triunfos na receção ao Desportivo de Chaves, em partida da 16.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Após seis jogos sem vencer (quatro deles no campeonato), Lito Vidigal disse em conferência de imprensa que a vitória pode acontecer a qualquer momento.

“Voltarmos a ganhar é uma questão de tempo. Como estamos a jogar, espero e sei que pode ser já no próximo jogo. Queremos que seja já”, afirmou o técnico do conjunto setubalense.

Apesar dos elogios aos flavienses, Lito Vidigal sublinha a importância de a sua equipa entrar em campo focada no que tem de fazer.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“É um adversário difícil que não tem passado um bom momento também. Tem uma boa equipa, mas em primeiro lugar nós. A equipa está forte e continua a praticar um bom futebol, a ter um volume muito grande e cria muitas oportunidades de golo”, vincou.

Uma das principais lacunas do Vitória de Setúbal tem sido a ineficácia ofensiva, como ilustra o facto de a equipa estar há quatro jogos sem marcar. O treinador garante que a falta de acerto não lhe tira o sono.

“Não é uma questão de me preocupar. Tenho de estar atento a tudo e não só a esse aspeto. O que nos dá segurança é que a equipa produz, trabalha. Temos um grupo de trabalho fantástico, não me canso de elogiar a postura, atitude e caráter dos jogadores, que continuam a ser profissionais de mão cheia”, referiu.

A lista de convocados do Vitória de Setúbal não foi divulgada, mas é certo de que o defesa Mano (castigado), o guarda-redes Milton Raphael e o avançado Alex Freitas (ambos lesionados) e o defesa Nuno Pinto (interrompeu carreira devido a doença) ficam de fora no duelo com os transmontanos.

O Vitória de Setúbal, 12.º classificado, com 17 pontos, enfrenta o Desportivo de Chaves, último colocado, com oito, no domingo, às 15h00, no Estádio do Bonfim, em Setúbal, para a 16.ª jornada da I Liga.