A Amazon passou esta segunda-fera a Microsoft como a empresa com maior capitalização bolsista nos Estados Unidos da América, com o mercado norte-americano a alterar a ordenação empresarial.

A mudança ocorreu esta segunda-feira, depois de as ações da Amazon, gigante do comércio retalhista pela internet, subirem 3,0%, para os 1.629,51 dólares, colocando a capitalização bolsista do título nos 797 mil milhões de dólares (694 mil milhões de euros).

[frames-chart src=”https://s.frames.news/cards/lucros-da-amazon/?locale=pt-PT&static” width=”300px” id=”331″ slug=”lucros-da-amazon” thumbnail-url=”https://s.frames.news/cards/lucros-da-amazon/thumbnail?version=1541517614680&locale=pt-PT&publisher=observador.pt” mce-placeholder=”1″]

Por comparação, o produto interno bruto de Portugal em 2017 foi de 193 mil milhões de euros.

Já a cotação bolsista da tecnológica Microsoft, que esta segunda-feira pouco variou, fechando nos 102,06 dólares, está nos 784 mil milhões de dólares.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

[frames-chart src=”https://s.frames.news/cards/receitas-da-microsoft/?locale=pt-PT&static” width=”300px” id=”409″ slug=”receitas-da-microsoft” thumbnail-url=”https://s.frames.news/cards/receitas-da-microsoft/thumbnail?version=1538064895073&locale=pt-PT&publisher=observador.pt” mce-placeholder=”1″]