O Metropolitano de Lisboa concluiu a primeira fase de uma modernização das escadas mecânicas da estação Baixa-Chiado, substituindo duas escadas por um “equipamento novo, mais resistente”, anunciou esta segunda-feira a empresa.

Nos últimos anos, têm sido várias as queixas dos utentes sobre avarias frequentes nas escadas e nos elevadores desta estação, localizada no centro da cidade e que recebe diariamente um grande fluxo de passageiros. “Para este trabalho, o Metropolitano de Lisboa recorreu a um método inovador, que permitiu a modernização destas escadas, aproveitando-se os respetivos chassis, elementos de grande robustez e peso”, refere a mesma nota.

Em Portugal, acrescenta a empresa, este tipo de intervenção é inovador, mas é já usual noutros países, “nos casos em que se torna difícil a substituição de equipamentos, sem recurso a demolições, estragos ou encerramento de acessos”. “Com este método economizaram-se recursos ambientais, evitando-se o encerramento do acesso, reduzindo-se ainda o transporte e a movimentação de pesos de grandes dimensões, com os consequentes estragos nos acabamentos da estação”, descreve a transportadora.

O Metropolitano de Lisboa prevê retomar a continuação dos trabalhos de modernização dos restantes lanços durante este ano.