O líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, está na China para uma visita de três dias. A informação está a ser avançada pela CNN, que cita meios de comunicação social públicos dos dois países. Será mais uma visita-surpresa, a convite de Xi Jinping, feita sem que qualquer dado tenha sido avançado antes da chegada a Pequim. A visita acontece em plena guerra comercial entre os chineses e os norte-americanos e nas vésperas de um possível novo encontro entre Kim e Trump.

A hipótese, porém, já tinha sido levantada pela passagem de um comboio especial na fronteira entre os dois países. Depois de relatos de que as estradas à volta da estação de comboios da cidade chinesa de Dandong tinham sido cortadas por dezenas de veículos de segurança, uma fonte tinha admitido à agência de notícias da Coreia do Sul que esse comboio poderia transportar um alto oficial do governo norte-coreano.

Em março, Kim Jong Un usou o mesmo meio de transporte para se encontrar com o presidente chinês. Também nessa altura, a confirmação da visita oficial só foi dada já depois da chegada do tal comboio verde, de vidros escuros e à prova de bala que transportava o líder norte-coreano.

A composição, com 21 carruagens, já terá sido usada pelo pai do líder norte-coreano, Kim Jong-il, e pelo avô, Kim Il-sung.