Mercedes-Benz

Chega em Maio. Novo Mercedes CLA dá ares de CLS

A Mercedes apresentou em Las Vegas a segunda geração do CLA. Mais moderno e atraente, o modelo mantém a filosofia coupé, mas agora oferece uma habitabilidade melhorada e mais tecnologia.

Tal como previsto, a Mercedes apresentou no Consumer Electronics Show 2019 (CES), uma das maiores feiras de tecnologia do mundo, o novo CLA Coupé. Esteticamente, é impossível olhar para esta nova geração e não pensar de imediato no CLS, com a Mercedes aqui a replicar uma estratégia que a Audi, por exemplo, já abraçou no passado mas quer deixar para trás.

Com ares de irmão mais novo do CLS, o novo CLA quer cativar justamente os mais jovens. O target é assumido pela marca, que pretende assim baixar a idade média da sua clientela, atraindo novos compradores com esta proposta.

Mantendo as linhas que lhe dão um estilo de coupé, o CLA que vai começar a chegar aos concessionários a partir de Maio vê reforçado o seu apelo estético com um design mais agressivo e um maior apuro aerodinâmico. Em virtude disso, o Cx é de apenas 0,23, o que é uma excelente marca – mas não tão boa quanto o 0,22 do Classe A sedan.

O rival de modelos como o Volvo S60 ou o Audi A3 traz igualmente melhorias ao nível da habitabilidade. Com um comprimento de 4.668, 1.830 mm de largura e 1.439 mm de altura, o CLA Coupé está mais comprido (48 mm), mais largo (53 mm) e ligeiramente mais baixo (2 mm). A distância entre eixos também aumentou (30 mm), o que o deixa exactamente com as mesmas medidas, neste ponto, que o Classe A sedan (2.729 mm). Ora, como este é um pouco mais curto (4.549 mm), mais estreito (1.796 mm) e muito mais alto (1.446 mm), a explicação para o maior comprimento do CLA deve ser encontrada nas projecções da carroçaria para a frente do eixo dinteiro e para trás do eixo traseiro.

Já a bagageira perde 10 litros de capacidade (460 litros), face à primeira geração, mas a Mercedes defende que acaba por haver mais espaço utilizável para acomodar carga, fruto da maior largura.

No interior não há grandes surpresas. Tal como o Classe A (em que se baseia), o novo CLA oferece o sistema multimédia MBUX, que combina dois displays – um para o painel de instrumentos, o outro para o infoentretenimento. De acordo com o fabricante, o sistema foi melhorado em vários pontos, incluindo a interpretação de pedidos mais complexos e a compreensão de gestos. Assim, não só o MBUX será capaz de indicar quais os restaurantes mais próximos do condutor, mas que tenham menu infantil ou pratos vegan, por exemplo, como passa a ser possível inserir comandos ou alterar informações no ecrã central sem sequer tocar na tela – basta fazê-lo por gestos, com o sistema a conseguir distinguir ainda se os gestos para activar determinada função são do condutor ou do passageiro.

Para já apresentado com um motor a gasolina de quatro cilindros e 225 cv de potência, associado a uma caixa de velocidades de dupla embraiagem com sete relações e tracção nas rodas da frente, o CLA Coupé vai posteriormente receber outras motorizações a gasolina ou diesel, podendo igualmente oferecer tracção integral ou acoplar uma caixa manual – naturalmente, dependendo da versão. A propósito, correm rumores de que as versões AMG não tardarão. Já a shoothing brake é aguardada uns meses depois do lançamento comercial do novo CLA Coupé.

Pesquisa de carros novos

Filtre por marca, modelo, preço, potência e muitas outras caraterísticas, para encontrar o seu carro novo perfeito.

Pesquisa de carros novosExperimentar agora

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: scarvalho@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)