Rádio Observador

Cinema

“Roma” e “Assim Nasce Uma Estrela” candidatos a “Melhor Filme” dos prémios BAFTA

Além de "Roma", de Alfonso Cuarón, o "Assim Nasce uma Estrela", protagonizado por Lady Gaga, está também na corrida ao prémio de melhor filme dos BAFTA. A 72.ª edição vai decorrer dia 10 de fevereiro.

"Roma", do mexicano Alfonso Cuarón, está na competição na edição deste ano dos prémios britânicos de cinema Bafta

MIKE NELSON/EPA

Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre

“Roma”, do mexicano Alfonso Cuarón, e “Assim Nasce uma Estrela”, protagonizada por Lady Gaga, são dois dos filmes em competição na edição deste ano dos prémios britânicos de cinema Bafta, anunciou esta quarta-feira a organização.

Segundo revelou a Academia Britânica de Artes e Televisão de Cinema (BAFTA), na categoria de Melhor Filme os candidatos da edição deste ano são:

  • “Roma”
  • “Assim Nasce uma Estrela”
  • “BlacKkKlansman”
  • “The Favorite”
  • “Green Book: Um Guia para a Vida”

Candidatos ao prémio de Melhor Realizador:

  • Alfonso Cuarón por “Roma”
  • Spike Lee por “BlacKkKlansman”
  • Pawel Pawlikowski por “Guerra Fria”
  • Yorgos Lanthimos (“O Favorito”)
  • Bradley Cooper (“Assim Nasce uma Estrela”)

Candidatas a Melhor Atriz:

  • Olivia Colman (“The Favourite”)
  • Glenn Close (“The Wife”)
  • Lady Gaga (“Assim Nasce uma Estrela”)
  • Melissa McCarthy (“Can you ever forgive me?”)
  • Viola Davis (“Widows”)

Candidatos a Melhor Ator:

  • Bradley Cooper (“Assim Nasce uma Estrela”)
  • Christian Bale (“Vice”)
  • Rami Malek (“Bohemian Rhapsody”)
  • Steve Coogan (“Stan & Ollie”)
  • Viggo Mortensen (“Green Book: Um Guia para a Vida”)

Categoria de Melhor Atriz Secundária:

  • Amy Adams, Claire Foy, Emma Stone, Margot Robbie e Rachel Weisz

Categoria de Melhor Ator Secundário:

  • Adam Driver, Maheshala Ali, Richard E. Grant, Sam Rockwell e Timothée Chalamet

Candidatos a Melhor Guião original:

  • “Cold War”, “The Favourite”, “Green Book”, “Vice” e “Roma”

A 72.ª edição dos prémios Bafta vai realizar-se a 10 de fevereiro no Royal Albert Hall, em Londres.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Trabalho

Ficção coletiva, diz Nadim /premium

Laurinda Alves

Começar reuniões a horas e aprender a dizer mais coisas em menos minutos é uma estratégia que permite inverter a tendência atual para ficarmos mais tempo do que é preciso no local de trabalho.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)