Energia

EDP líder em número de clientes e Galp no consumo de gás natural

A EDP era a empresa com maior quota de clientes de gás natural e a Galp liderava em consumo em novembro, de acordo com a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).

Getty Images

A EDP era a empresa com maior quota de clientes de gás natural e a Galp liderava em consumo em novembro, de acordo com a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE). O documento, relativo ao mês de novembro de 2018, concluiu que, no que diz respeito aos comercializadores, “a Galp manteve a sua posição como principal operador no mercado livre em consumo (60%), enquanto a EDP Comercial manteve a sua posição de liderança em número de clientes (55%), apesar da quebra registada desde o início do ano”.

Por outro lado, “a Galp manteve a sua liderança nos segmentos de clientes industriais (57%) e de grandes consumidores (61%), registando uma redução da sua quota em ambos os setores, enquanto a EDP mantém a liderança nos segmentos das PME (52%) e residencial (55%)”, segundo a entidade.

A EDP apresentou ainda “um crescimento das suas quotas no segmento das PME em 1,2 pontos percentuais e um decréscimo de 0,2 pontos percentuais, no segmento residencial, no mês de novembro”, revelou a ERSE.

Por outro lado, em relação às distribuidoras, a Lisboagás e a Portgás são “as responsáveis pela distribuição de gás natural a um maior número de clientes, representando cerca de 36% e 24%, respetivamente, do número de clientes no final de novembro de 2018 (excluindo a rede operada pela REN)”. Em terceiro lugar está a Lusitaniagás, com cerca de 15% do número de clientes, seguida pela Setgás, com aproximadamente 12%.

Em termos de consumos por distribuidoras, novamente a Lusitaniagás e a Portgás são responsáveis “pela distribuição do maior volume de gás natural, representando cerca de 34% e 29%, respetivamente, do consumo global do mercado do mês de novembro de 2018 (excluindo a rede operada pela REN)”. A Lisboagás conta com perto de 18% da distribuição do consumo global de mercado.

A ERSE revelou ainda que o consumo de gás natural no mercado livre representava em novembro mais de 97% do consumo total no continente, “abrangendo 1,19 milhões de clientes”. De acordo com a entidade, este número representa um aumento líquido de perto de 4,4 mil clientes face a outubro do ano passado, bem como um “aumento de aproximadamente 4,6% face ao período homólogo do ano anterior”.

Em novembro houve um aumento de consumo de GWh (gigawatts hora) em relação a outubro, “atingindo 41.468 GWh em novembro do ano passado, o que representa um acréscimo de 0,3% face ao mês anterior e 1,7%, face ao mês homólogo”, de acordo com a ERSE. O regulador salientou ainda que “a quase totalidade dos grandes consumidores está já no mercado livre”.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)