A tensão entre Washington e Teerão volta a subir. O Irão confirmou que o veterano da Marinha norte-americana Michael R. White, de 46 anos, está detido numa das prisões do país. É a primeira detenção deste género de um cidadão dos Estados Unidos destacado no estrangeiro desde que Donald Trump chegou à Casa Branca, em janeiro de 2017.

A detenção de Michael R. White vem acrescentar mais pressão à crescente tensão entre o Irão e os Estados Unidos. Desde que tomou posse como presidente, Trump tem seguido uma estratégia de confronto em relação a Teerão. O pináculo dessa tática aconteceu em maio do ano passado, quando o Chefe de Estado norte-americano rompeu o acordo nuclear com o Irão e voltou a impor sanções ao país chefiado por Hassan Rouhani.

Orgulhosamente só, Trump retira EUA do “acordo desastroso” com o Irão

Michael R. White ter-se-á deslocado ao Irão para visitar a sua namorada no verão passado. O voo de regresso para a Califórnia, onde residia, estava marcado para o dia 27 de junho. Mas White não apareceu e nas semanas seguintes não mais se soube do seu paradeiro.

Embora as circunstâncias da detenção de White sejam ainda desconhecidas, muitos analistas internacionais falam de uma prisão política, que pode vir a ser usada pelo Irão como um trunfo importante em futuras negociações com Washington. Esta foi, de resto, uma prática utilizada pelo regime iraniano no passado. Não apenas com os Estados Unidos mas também com países ocidentalizados em geral.

Oficialmente, e de acordo com a imprensa iraniana, esta detenção foi comunicada aos Estados Unidos “nos primeiros dias”. Não foram adiantados motivos, causas ou condições do encarceramento de White, mas a comunidade internacional, independentemente das explicações que venham a ser prestadas neste caso, não parece ter dúvidas quanto aos verdadeiros motivos: a prisão do militar da marinha servirá como uma alavanca nas negociações com os Estados Unidos.

Citada pelo New York Times, a mãe de White diz que apenas sabe que o seu filho “está vivo e preso numa prisão iraniana”. A detenção do militar da marinha norte-americana foi noticiada pela IranWire, um  jornal online dirigido pelo ativista iraniano Maziar Bahari, na sequência de uma entrevista a um ex-recluso que assegurou ter encontrado White na prisão de Vakilabad, na cidade Mashhad, a cerca de 95 quilómetros da capital, em outubro passado.

De acordo com a Associated Press, o Departamento de Estado dos Estados Unidos já foi informado da detenção deste militar da marinha. Desconhecem-se para já quais são as intenções da Casa Branca, que apenas disse estar a par de toda a situação.