Rádio Observador

Greve

Mais de 600 voos cancelados devido a greve de pessoal da segurança na Alemanha

Os quase 640 voos cancelados correspondem a mais de metade dos 1.050 voos programados para três aeroportos. Trabalhadores exigem um aumento salarial de 20 euros à hora, contra os atuais cerca de 17.

Os aeroportos de Düsseldorf, Colónia-Bona e Estugarda foram afetados com a greve

THOMAS BANNEYER/EPA

Quase 640 voos foram cancelados esta quinta-feira na Alemanha na sequência de uma greve do pessoal de segurança, anunciaram fontes dos aeroportos de Düsseldorf, Colónia-Bona e Estugarda. De acordo com a agência France Presse, estes cancelamentos correspondem a mais de metade dos 1.050 voos programados para aqueles três aeroportos.

Em Düsseldorf, o terceiro maior centro aéreo do país, 370 dos 580 voos planeados foram cancelados, disse a companhia que administra o aeroporto em comunicado. Em Colónia-Bona, foram cancelados 131 voos dos quase 200 programados para hoje, estando também prevista uma diminuição das operações de carga.

A greve foi convocada pelo sindicato Verdi DPA, que representa 23 mil agentes de segurança nos aeroportos do país. Os trabalhadores querem um aumento salarial de 20 euros à hora, contra os atuais cerca de 17 euros. A Associação Federal de Empresas de Segurança da Aviação (BDLS) propôs aumentos salariais que variam de 2% a 8,1%.

Os trabalhadores já tinham cumprido um dia de greve na segunda-feira nos dois aeroportos da capital alemã Tegel e Schönefeld obrigando ao cancelamento de 50 voos. As próximas negociações entre Verdi e o BDLS estão programadas para 23 de janeiro.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Combustível

Os motoristas e o mercado

Jose Pedro Anacoreta Correira
808

Quando o Governo não consegue instrumentalizar politicamente os sindicatos, passa ao ataque. A luta e defesa dos trabalhadores é só para trabalhadores do Estado e filiados na CGTP.

PSD

Rui Rio precisa do eleitorado de direita /premium

João Marques de Almeida
217

O eleitorado de direita deve obrigar Rui Rio a comprometer-se que não ajudará o futuro governo socialista a avançar com a regionalização e a enfraquecer o Ministério Público. No mínimo, isto.

Educação

Cheques de Ensino

Diogo Fernandes Sousa

Com os cheques de ensino se um pai se enganasse afetaria apenas o seu filho. Agora, se um político se engana no Ministério da Educação, como sucede regularmente, afeta toda uma geração de estudantes

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)