Lamborghini

Huracán EVO é o brinquedo ideal para 2019

A renovação a meio do ciclo de vida do Huracán permitiu ao mais acessível dos desportivos da Lamborghini ganhar um novo alento e tornar-se incontornável no panorama dos modelos com mais de 600 cv.

O Lamborghini Huracán é um superdesportivo impressionante. A estética é agressiva e ousada, a mecânica é do mais nobre que se pode encontrar, um imponente V10 com 5,2 litros, pelo que nada de unidades com seis ou oito cilindros, mais pequenas e mais baratas. Mas esta nova versão EVO permite ao Huracán elevar ainda mais a fasquia.

O motor ao serviço do EVO não é a anterior versão do 5.3 V10, com 580 cv, mas sim a mesma unidade que serve o mais recente Huracán Performante, com 640 cv, a maior potência já extraída do V10 italiano. Ao novo motor, a Lamborghini alia uma caixa automática de dupla embraiagem e sete velocidades, bem como a habitual transmissão integral, distribuindo a potência pelas quatro rodas, maximizando assim a tracção e o comportamento, e minimizando o número de sustos aos potenciais clientes, especialmente em piso molhado ou escorregadio.

A novidade é que o Huracán EVO passa a usufruir de quatro rodas direccionais, o que faz maravilhas à agilidade do superdesportivo, em zonas sinuosas, mas igualmente nas restantes a alta velocidade. Como se isto não bastasse, disponibiliza ainda o Torque Vectoring System da marca, que coloca a potência necessária em cada uma das quatro rodas, visando estabilizar o veículo, se for esse o caso, ou optimizar o comportamento, deslocando a “força” do motor para a roda e o eixo que mais necessita, para descrever com sucesso a trajectória definida por quem vai ao volante.

Por dentro, a principal diferença reside na consola central, que passa a montar um grande (para superdesportivo) ecrã táctil de 8,4 polegadas, a partir do qual o condutor pode controlar tudo, do ar condicionado aos comandos por voz, passando pelas telemetria suportada pela dupla câmara, caso se enverede por um track day.

Por fora, há entradas de ar de maiores dimensões, que obrigaram a alterações nos pára-choques, e novas saídas de escape mais elevadas.

Mas o mais importante é mesmo a velocidade máxima do Huracán EVO, que ascende a 325 km/h, isto enquanto o tempo necessário para ir de 0 a 100 km/h é de apenas 2,9 segundos, consumindo somente 9,0 segundos para atingir a fasquia dos 200 km/h.

Caso decida adquirir um destes desportivos, pode desde já começar a configurar o modelo, através deste link.

Comparador de carros novos

Compare até quatro, de entre todos os carros disponíveis no mercado, lado a lado.

Comparador de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: alavrador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)