Índia

Bebé nasce com feto de irmão gémeo de 1 quilo no estômago

581

Bebé nasceu com o estômago dilatado, mas foi-lhe dada alta. Acabaria por ser novamente internada, para ser operada para lhe retirarem o feto do estômago. Condição rara chama-se fetus in fetus.

AFP/Getty Images

Uma bebé indiana, que nasceu com um feto no interior do estômago, foi submetida a uma operação de urgência na passada segunda-feira para retirar os restos mortais do seu irmão gémeo de dentro de si. A criança, cuja identidade não foi revelada, nasceu com uma distensão abdominal, mas, apesar disso, acabou por lhe ser dada alta e a bebé foi enviada para casa com a sua mãe.

No entanto, depois de vários dias a ver a sua filha queixar-se do que lhe pareciam ser dores de estômago, e até porque sentia ali uma zona mais dura, a mãe voltou ao hospital. Foi então que detetaram que a bebé recém-nascida carregava dentro de si um feto que pesava já um quilo. 

A intervenção cirúrgica, que durou hora e meia, foi bem sucedida, avançou o New York Post. O feto retirado já tinha mãos e pés desenvolvidos, assim como o estômago, parte da coluna e do tórax também estariam já desenvolvidos.

Não é a primeira vez que um caso destes acontece e o fenómeno é conhecido como fetus in fetus, ou feto parasita, tendo uma probabilidade de ocorrência de 1 em cada 500 mil nascimentos. Em 2007, aconteceu um caso semelhante, também num bebé indiano: foi encontrado um feto de 7 centímetros atrás do estômago da criança, que já tinha cérebro, pernas e braços.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Índia

Populismos e finais felizes /premium

Diana Soller

Numa época em que os populismos têm uma presença cada vez mais forte nas democracias ocidentais, vale a pena revisitar o passado e outras geografias. Queremos o mesmo para nós?

Japão

Pegar o touro pelos cornos /premium

José Miguel Pinto dos Santos

Não deixa de ser irónico que as potências por detrás da intransigência doutrinária da Comissão Baleeira Internacional sejam as mesmas que, no século 19, exigiram ao Japão que lhes abrisse os portos...

Governo

2019 no mundo e em Portugal

Inês Domingos

Vinte anos depois do calendário, passada a crise, 2019 é o ano em que política, social e economicamente entramos realmente no novo século. Este Governo está aflitivamente impreparado para o enfrentar.

Política

O Povo é sempre o mesmo

Pedro Barros Ferreira

Trump e Bolsonaro não apareceram de gestação expontânea, antes pela sementeira criada pelos partidos e políticos que nada fazem, mas que dizem que tudo deve mudar para que, afinal, tudo fique na mesma

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)