França

Manifestações do movimento “coletes amarelos” em França com cerca de 32 mil pessoas

Cerca de 32 mil pessoas do movimento "coletes amarelos" manifestaram-se em França, dos quais oito mil em Paris, contra o aumento dos combustíveis e por uma taxação mais justa.

YOAN VALAT/EPA

Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre

Cerca de 32 mil pessoas do movimento “coletes amarelos” manifestaram-se este sábado em França, dos quais oito mil em Paris numa das maiores manifestações contra o aumento dos combustíveis e por uma taxação mais justa, segundo o Ministério do Interior.

Segundo a agência France Press, os números fornecidos são mais elevados do que os conhecidos a semana passada, na qual se mobilizarem cerca de 26 mil pessoas em todo o país, segundo fonte policial.

Em toda a França estão mobilizados cerca de 80 mil polícias e agentes dos serviços de segurança.

Este é o nono sábado de mobilização contra o aumento dos combustíveis, por uma taxação mais justa e contra a queda do poder de compra.

A emblemática torre Eiffel está fechada, tal como uma dezena de museus em Paris, para prevenir qualquer impacto de uma possível manifestação marcada pela violência.

Segundo uma fonte policial, cerca de 90 pessoas foram presas em vários locais do pais e 82 foram estão sob custódia policial.

Há cerca de dois meses que se têm registado confrontos entre manifestantes e a polícia em várias cidades francesas, nomeadamente Paris, Burges, Rouen, Nantes, Nîmes.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Japão

Pegar o touro pelos cornos /premium

José Miguel Pinto dos Santos

Não deixa de ser irónico que as potências por detrás da intransigência doutrinária da Comissão Baleeira Internacional sejam as mesmas que, no século 19, exigiram ao Japão que lhes abrisse os portos...

Governo

2019 no mundo e em Portugal

Inês Domingos

Vinte anos depois do calendário, passada a crise, 2019 é o ano em que política, social e economicamente entramos realmente no novo século. Este Governo está aflitivamente impreparado para o enfrentar.

Política

O Povo é sempre o mesmo

Pedro Barros Ferreira

Trump e Bolsonaro não apareceram de gestação expontânea, antes pela sementeira criada pelos partidos e políticos que nada fazem, mas que dizem que tudo deve mudar para que, afinal, tudo fique na mesma

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)