Aviação

Companhia aérea vende por engano voos em primeira classe para Hong Kong a 170 euros

103

A Cathay Pacific enganou-se e vendeu bilhetes entre Portugal e Hong Kong, em primeira classe, por 170 euros. Não é a primeira vez que a companhia aérea se engana nos preços.

AFP/Getty Images

Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre

A companhia aérea de Hong Kong Cathay Pacific vendeu voos entre Portugal e aquela região da China, em primeira classe, por menos de 170 euros, repetindo um erro de sistema que já tinha acontecido há duas semanas.

Os bilhetes de ida em primeira classe entre Portugal e Hong Kong, com escala em Londres, foram vendidos na página na Internet da empresa por 1.512 dólares de Hong Kong (cerca de 168 euros), informou o jornal South China Morning Post, citado pela agência de notícias France Presse.

Estamos à procura da causa deste incidente tanto interna como externamente com os nossos vendedores”, disse um porta-voz da empresa ao jornal da China.

Os clientes que conseguiram esta tarifa – cerca de dez vezes abaixo do normal – são “um número muito pequeno de pessoas”, afirmou a mesma fonte.

Na noite de Ano Novo, dezenas de viajantes também compraram bilhetes a preços muito baixos entre o Vietname e a América do Norte.

A empresa teve um ano de 2018 difícil, com perdas de 33 milhões de dólares (cerca de 28,8 milhões de euros à taxa de câmbio atual) no primeiro semestre, já que enfrenta uma concorrência cada vez maior das empresas chinesas, com preços agressivos.

A Cathay também foi vítima de um gigantesco caso de violação de dados, admitindo no final de outubro que 9,4 milhões de passageiros foram atingidos. Os piratas informáticos acederam a dados pessoais, como datas de nascimento, números de telefone e passaportes.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Greve

O povo é quem mais ordena e a CGTP está fora /premium

André Abrantes Amaral

Quando os motoristas de matérias perigosas param o país e não se revêem na CGTP é a própria Concertação Social que está posta em causa, o que revela o quanto a geringonça distorceu esta democracia.

Eleições Espanha 2015

Sombras da guerra civil /premium

Manuel Villaverde Cabral

Não se espera uma nova guerra civil mas não são de afastar enfrentamentos de vários géneros, incluindo físicos, apesar da pertença comum à União Europeia, cujos inimigos em contrapartida rejubilarão!

25 de Abril

O Governo Ensombrado vai ao circo

Manuel Castelo-Branco
143

Se hoje é possível um programa como o Governo Sombra, foi porque o Copcon de Otelo não vingou. Porque apesar de serem “apenas” 17 vítimas mortais, as FP25 foram desmanteladas e os seus membros presos.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)