PSD

Carlos César diz que já se fala no regresso de Passos Coelho “no interior do PSD”

2.169

O socialista revelou que "já se fala no interior do PSD" que o ex-primeiro-ministro "terá mudado de opinião" e que poderá vir a apresentar uma candidatura. Montenegro terá antecipado "contenda".

JOÃO PORFÍRIO/OBSERVADOR

Mais sobre

Carlos César revelou esta terça-feira que “já se fala no interior do PSD que Passos Coelho terá mudado de opinião e que pretende agora ser candidato à liderança” do partido. Durante o debate semanal com Pedro Santana Lopes na SIC Notícias, o socialista considerou esta é uma das razões pelas quais Luís Montenegro decidiu assumir, no final da semana passada, a disponibilidade para se candidatar à presidência do PSD.

“Luís Montenegro toma posição e procura antecipar-se nessa contenda”, afirmou o líder parlamentar do PS na edição da noite do canal de televisão. “O que é importante para a democracia é que saibamos com quem é que se conta, que PSD é que sobra de tudo isto, para que os portugueses votem nas próximas eleições com consciência do significado do seu voto.”

Mas esta não será a única justificação para o “timing” do anúncio. César acreditar existir uma outra, também fundamental, e que tem a ver com a “organização das listas de candidatos” às próximas eleições:

Rui Rio pretende, em véspera de eleições, colocar na Assembleia da República aquelas pessoas que são associadas à liderança do partido. O dr. Luís Montenegro e outros entendem que, se ele consumar essa situação, numa situação de conflito futuro em que substituam, por exemplo, Rui Rio, não terá os seus deputados na Assembleia da República”, afirmou.

Luís Montenegro anunciou oficialmente a sua intenção de se candidatar à liderança do PSD na sexta-feira passada e desafiou Rui Rio a marcar diretas. O social-democrata explicou na altura que avança porque quer ser “o adversário que António Costa não teve ao longo do último ano” e mostrou-se  imediatamente disponível para assumir o cargo. Rui Rio recusou o desafio mas avançou com uma moção de confiança que será debatida esta quinta-feira no Conselho de Nacional do PSD.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Saúde

ADSE ou Ai do Zé?

Fernando Leal da Costa

Sejamos claros. O fim da ADSE, um dos seguros mais importantes na saúde dos Portugueses, determinará um acelerar vertiginoso do colapso assistencial do SNS, com tempos de espera infindáveis.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)