UEFA

UEFA abre inquérito disciplinar ao Chelsea por alegados cânticos racistas

O Chelsea é alvo de um inquérito disciplinar da UEFA, por alegado comportamento racista. A abertura do inquérito disciplinar será analisado no dia 28 de fevereiro.

UEFA anuncia a abertura do inquérito disciplinar

JEAN-CHRISTOPHE BOTT/EPA

O Chelsea é alvo de um inquérito disciplinar da UEFA, por alegado comportamento racista, no jogo em que os ‘blues’ defrontaram fora os húngaros do Vidi (2-2), na Liga Europa de futebol.

A situação estará relacionada com cânticos dos adeptos ingleses, no jogo em Budapeste, em 13 de dezembro, dirigidos a outro clube inglês, o Tottenham, e que o Chelsea qualificou então de “abomináveis”.

Na nota, publicada esta terça-feira, na sua página, a UEFA anuncia a abertura do inquérito disciplinar, que será analisado “no próximo encontro” da Comissão de Controlo, Ética e Disciplina do organismo, em 28 de fevereiro.

Antes, o Chelsea defrontará nos 16 avos da final da Liga Europa os suecos do Malmö, com a primeira mão agendada para 14 de fevereiro, na Suécia, e a segunda em Stamford Bridge, em 21 do mesmo mês.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)