O Fiat Panda Cross foi eleito, pelo segundo ano consecutivo, o “Melhor Crossover” nos “4×4 of the Year 2019 awards” da 4×4 Magazine, revista do Reino Unido exclusivamente dedicada a veículos 4×4 e pick-ups, cujos galardões definem o segmento há mais de 25 anos.

Uma equipa de especialistas em 4×4 considerou que a variante mais aventureira do Panda – citadino que é, desde 2004, líder no seu segmento na Europa – tem argumentos convincentes. O painel de jurados elogiou o “motor vivo e enérgico”, a capacidade de tracção, mas também a diversão proporcionada a quem vai ao volante. O editor da 4×4 Magazine, Alan Kidd, reconhece que o Panda Cross “não foi construído para ser a última palavra em matéria de todo-o-terreno”, mas sublinha que “o seu peso reduzido e as cuidadas proporções resultam numa incrível facilidade de manobra e estabilidade em pisos difíceis”. Tanto que, acrescenta, “é preciso percorrer um longo caminho para encontrar os seus limites.”

Com 7,5 milhões de veículos vendidos ao longo dos anos, o Panda foi o primeiro citadino a dispor de tracção integral e o primeiro carro a subir até uma altitude de 5.200 metros e a chegar ao acampamento base do Evereste.