Segundo o EPaceForum, houve uma série de veículos E-Pace que foram pagos e entregues a clientes, mas onde faltam alguns sistemas que deveriam fazer parte do equipamento de série do modelo. E não são pormenores que passem facilmente despercebidos, uma vez que nos dias que correm dificilmente haverá alguém não dê pela falta do sistema de navegação, acesso à internet, Apple CarPlay, Android Auto, indicação do estado do tempo e actualização de notícias.

Um dos clientes lesados fez chegar a informação ao referido fórum, bem como a documentação que recebeu do construtor, pedindo desculpa pelo mal-entendido. O problema é que, aparentemente, o erro não é passível de ser emendado. Pelo menos, sem custos demasiado elevados para o construtor, que assim propõe outras formas de atenuar o prejuízo dos clientes.

2 fotos

Ao que tudo indica, em causa estão E-Pace vendidos já em 2019, com os níveis de equipamento S, SE e HSE, que saíram da fábrica sem os dispositivos InControl Pack e Smart Settings. Para resolver o conflito, a Jaguar propõe oferecer o equivalente a 530€, isto a menos que o comprador não se considere satisfeito e opte por recorrer à justiça para fazer valer os seus direitos.

De acordo com a Jaguar, a rede de concessionários será informada nos próximos dias sobre os números de VIN dos E-Pace envolvidos, para que os clientes, que ainda não deram pela falta, possam ser contactados.