As autoridades do Chile anunciaram este domingo que um sismo de magnitude 6,7 na escala de Richter matou pelo menos duas pessoas e deixou milhares sem eletricidade no norte do país.

O Instituto de Pesquisa Geológico norte-americano diz que o sismo de sábado à noite teve o epicentro a 15,6 quilómetros a sudeste da cidade de Coquimbo, a uma profundidade de 53 quilómetros.

O serviço de emergência nacional chileno afirmou que duas pessoas sofreram ataques de coração devido ao sismo, que foi sentido a centenas de quilómetros a sul, na capital, Santiago.

As autoridades dizem que cerca de 20 mil pessoas continuam sem eletricidade no norte do país, que já sentiu um sismo de 8,3 de intensidade em 2015, e que vitimou mais de uma dúzia de pessoas.