Elétricos

Europa “entra a matar” com as bicicletas chinesas

1.470

A Europa criticou o imposto de 25% que os americanos queriam impor aos produtos chineses. Agora resolveu taxar as bicicletas eléctricas importadas da China com “apenas” 79%.

As trocas comerciais com a China são há muito um problema, com os chineses nem sempre a ‘jogar limpo’ para conseguirem mais vantagens comerciais, sobretudo através da subsidiação de determinados produtos. O mais recente exemplo tem duas rodas e é eléctrico, com a União Europeia (UE) a ter decidido taxar em 79,3% os velocípedes deste tipo oriundos do mercado chinês.

As cada vez mais populares e-bikes, não só junto dos particulares em busca de um meio de transporte urbano alternativo, mas também junto das empresas que as exploram, estão condenadas a aumentar, em breve, de preço. Produzidas na sua maioria na China, deverão ver o valor pelo qual são comercializadas subir ao mesmo ritmo do novo imposto de 79,3%.

Segundo a União Europeia, a maioria dos fabricantes chineses será penalizada com a taxa máxima, existindo outros que suportarão cargas fiscais inferiores, como é o caso da Bodo Vehicle Group, cujas bicicletas eléctricas pagarão 73,4%, da Yadea Technology Group (62,9%) e da Giant (24,6%).

Ao todo, a medida da UE irá abranger cerca de 70 fabricantes chineses, que foram alvo de um inquérito, visando apurar quem praticava dumping. Os que foram apanhados nessa prática, ou se recusaram a responder ao questionário, foram “contemplados” com a taxa máxima

A análise a este problema por parte da UE, em colaboração com as autoridades chinesas, concluiu que alguns fabricantes de e-bikes recebiam apoios ilegais do Estado, segundo o relatório apresentado pelos legisladores europeus. A acção da UE foi devida a uma queixa por parte dos fabricantes deste tipo de veículos do Velho Continente, que argumentavam que estavam a ser vítimas de uma guerra desleal.

O mesmo problema já foi tratado de forma similar nos EUA e, quando se temia que o novo imposto (de 25%) resultasse num incremento considerável do preço de venda ao público das e-bikes, o aumento foi de tal forma ligeiro que elas continuaram a ser as mais acessíveis. Resta saber o que acontecerá com um imposto três vezes superior, como que vai ser aplicado pela UE.

Participe nos Prémios Auto Observador e habilite-se a ganhar um carro

Vote na segunda edição do concurso dedicado ao automóvel cuja votação é exclusivamente online. Aqui quem decide são os leitores e não um júri de “especialistas” e convidados.

Participe nos Prémios Auto ObservadorVote agora

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Venezuela

Um objeto imóvel encontra uma força imparável

António Pinto de Mesquita

Num dos restaurantes mais trendy de Madrid ouve-se o ranger de um Ferrari que para à porta. Dele sai um rapaz novo, vestido com a última moda. Pergunta-se quem é. “É filho de um general venezuelano”.

Enfermeiros

Elogio da Enfermagem

Luís Coelho
323

Muitos pensam que um enfermeiro não passa de um "pseudo-médico" frustrado. Tomara que as "frustrações" fossem assim, deste modo de dar o corpo ao manifesto para que o corpo do "outro" possa prevalecer

Poupança

O capital liberta

André Abrantes Amaral

É do ataque constante ao capital que advêm as empresas descapitalizadas, as famílias endividadas e um Estado sujeito a três resgates internacionais.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)