Rússia recusa libertar alegado espião americano

O recurso apresentado pela defesa de Paul Whelan para ser libertado foi recusado. O norte-americano está acusado de espionagem pela Rússia e pode enfrentar uma pena até 20 anos de prisão.

Por Agência Lusa