Dois homens morreram esta quarta-feira por inalação de monóxido de carbono no Hospital Magalhães Lemos, no Porto, confirmou o Observador junto do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto e indicaram fontes dos Bombeiros Sapadores do Porto e da Polícia de Segurança Pública (PSP) à agência Lusa.

Em causa estão dois homens que, de acordo com a PSP, “estariam a fazer a reparação de uma caldeira” naquela unidade hospitalar. Uma das vítimas tinha 52 anos e a outra 60.

Segundo o CDOS do Porto, o alerta foi dado às 9h50 na Rua Professor Álvaro Rodrigues. No local estiveram operacionais do INEM, bem como dos Sapadores e dos Voluntários Portuenses, no total de 21 homens e sete viaturas.