A multinacional japonesa Sony vai transferir a sede europeia do Reino Unido para a Holanda devido aos problemas que o Brexit poderá causar nas operações, foi esta quarta-feira noticiado.

De acordo com o jornal financeiro Nikkei, a medida é justificada pela possibilidade de a Sony poder sofrer enfrentar problemas relacionados com procedimentos alfandegários, com o Brexit, a saída do Reino Unido da UE.

A intenção do gigante tecnológico japonês é fundir a Sony Europe, atualmente com sede no Reino Unido, com uma subsidiária recém-criada em Amesterdão, que começará a operar em abril, indicou o jornal. A multinacional vai manter uma representação no Reino Unido, focada somente no mercado britânico.

Durante a apresentação do ano fiscal de 2017, a Sony indicou que as vendas na Europa representaram 21,55% do total da empresa.

A 1 de outubro, a empresa de tecnologia japonesa Panasonic transferiu a sede europeia do Reino Unido para a Holanda, também devido aos constrangimentos que o Brexit poderá causar.