James Mucciaccio Júnior, de 48 anos, é o feliz proprietário de um Ferrari 360 Modena. Ou melhor, era, pois agora vai ter de esperar algum tempo – e gastar uns largos milhares de dólares – até conseguir livrar-se do cheiro a mofo e recuperar o seu carro de sonho, cujo contacto com água salgada não lhe deverá ter feito bem algum, do habitáculo à mecânica. Isto porque o lago onde decidiu mergulhar, o Lake North Inlet, é um corte artificial que liga o Lake Worth Lagoon ao oceano Atlântico, junto a Palm Beach.

Segundo a polícia, terá havido uma denúncia de um Ferrari de cor escura em excesso de velocidade na North Ocean Boulevard, o que levou os agentes a acorrerem ao local. Foi aí que detectaram Mucciaccio dentro do 360 Modena, estacionado junto à doca. O polícia aproximou-se do veículo, informando que não era permitido estacionar naquele local. Mucciaccio pediu desculpa, colocou o carro em marcha e… atirou-o para dentro do lago!

O condutor conseguiu sair do Ferrari antes que ele se afundasse, tendo sido resgatado por um pescador local. Mas a coisa complicou-se quando declarou à polícia os seus motivos:

Deus disse-me para conduzir para dentro do lago e fez-me o homem mais esperto da Terra, sendo muito difícil carregar com tal responsabilidade”. Para depois concluir que “o dinheiro será irrelevante dentro de dois dias, pelo que é preciso sorrir”.

Para Mucciaccio, será fácil sorrir, pelo menos nos próximos dois dias, pois terá escapado a uma multa por excesso de velocidade e, com este prazo tão apertado, não vai dar para receber o orçamento da reparação do Ferrari. Mas, ao fim de uma semana, quando chegar a conta e o resultado dos eventuais testes para despistar a presença de álcool e drogas, pode não ser bem assim.