O secretário do Comércio dos EUA exortou esta quinta-feira os funcionários federais que não receberam o salário devido ao encerramento parcial da administração a pedir empréstimos bancários e disse não entender porque alguns estão a recorrer a bancos alimentares.

“Realmente não entendo, porque (…) as obrigações que contraem, como endividar-se com um banco ou uma instituição financeira, estão de facto garantidas a nível federal”, declarou Wilbur Ross esta quinta-feira de manhã no programa “Squawk Box” da CNCB, numa referência às consequências do encerramento parcial da administração pública (shutdown) dos Estados Unidos.

O titular da pasta do Comércio, que foi duramente criticado pelos deputados Democratas devido a estes comentários, assegurou que “não existe uma razão real pela qual [as pessoas] não sejam capazes de pedir um empréstimo” para cobrir as suas despesas e garantir os 30 dias, porque existem instituições financeiras que oferecem opções.

O shutdown, que se prolonga há 34 dias sendo o mais prolongado da história dos EUA, forçou à suspensão das atividades de várias agências federais e afetou cerca de 800.000 empregados, muitos a trabalharem sem receber o seu salário.