Angola

Ex-ministro de comunicação social de Angola impedido de sair do país

Manuel Rabelais, deputado e ex-governante tentava embarcar no voo com destino a Portugal, mas foi impedido devido à falta de autorização do presidente da Assembleia Nacional.

Ana Freitas/LUSA

O deputado angolano Manuel Rabelais, ex-ministro de Comunicação Social, foi impedido de sair do país, quando tentava embarcar, quinta-feira, para Lisboa, por alegada falta de autorização do presidente da Assembleia Nacional, Fernando da Piedade Dias dos Santos.

De acordo com a informação divulgada hoje pela imprensa estatal angolana, o Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) impediu a saída de Manuel Rabelais quando este se preparava para embarcar no voo DT 652 com destino a Portugal.

Segundo noticiou esta sexta-feira a Rádio Nacional de Angola e o Jornal de Angola, Manuel Rabelais, que foi igualmente o diretor do Gabinete Revitalização e Execução da Institucionalização Institucional (GRECIMA), entretanto extinto pelo novo chefe de Estado, João Lourenço, deverá, na terça-feira, ser ouvido na Direção nacional de Investigação e Ação penal (DNIAP), órgão afeto à Procuradoria Geral da República.

A agência Lusa tentou obter informações sobre este caso junto da Procuradoria Geral da República, mas sem sucesso até ao momento.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)