Mais de 6.700 notas de euro contrafeitas foram retiradas de circulação em Portugal entre julho e dezembro, a maioria notas de 50 euros, revelam dados divulgados esta sexta-feira pelo Banco de Portugal (BdP). Representaram menos 4.533 do que as notas falsificadas que foram retiradas no primeiro semestre.

A nota de 50 euros foi a mais contrafeita, tendo sido recolhidas 3.779 unidades, seguida da de 20 euros: 2.462. Entre julho e dezembro de 2017 foram retiradas de circulação 9.760 notas, tendo sido a nota de 20 euros a mais contrafeita. Também no primeiro semestre de 2017, quando foram retiradas de circulação 11.290 notas contrafeitas, a nota de 20 euros foi a mais retirada num total de 7.622 unidades.

De acordo com o BdP, no final do próximo mês de maio vão ser colocadas em circulação novas notas de 100 euros e 200 euros, que completam a Série Europa, e têm novos elementos de segurança como um holograma-satélite.

O Banco de Portugal recorda, no comunicado divulgado esta sexta-feira, que as notas de 100 euros e 200 euros da primeira série continuam a circular e não têm de ser trocadas.

“Ninguém está mandatado para recolher notas em nome do Banco de Portugal ou de qualquer instituição bancária”, alerta a instituição.