Uma refeição memorável é um imperativo em qualquer city break na Europa, escreve o The Telegraph. O jornal britânico fez, por isso, uma seleção das 20 melhores cidades europeias onde comer em 2019. Em sexto e em décimo sétimo lugares (apesar de a lista não estar numerada) estão Lisboa e Porto.

Numa lista onde figuram cidades como Copenhaga, Paris e Barcelona, é dado destaque a duas cidades portuguesas. Em Lisboa menciona-se o cenário gastronómico que “continua a crescer” e a “onda de jovens chefs locais que se têm mantido fiéis à cultura da mesa portuguesa”, ao mesmo tempo que a reinventam com produtos vindos do mar, da costa, das planícies e também das vinhas. O artigo do The Telegraph, publicado em meados de janeiro, fala também de chefs estrangeiros a trabalhar na capital portuguesa, em particular do peruano Diogo Muñoz — em setembro do ano passado, o projeto de comida sul-americana “Cantina Peruana”, de José Avillez em parceria com Muñoz, aterrou no Cais do Sodré.

Ainda sobre Lisboa e seus restaurantes, o jornal britânico faz questão de salientar que o ato de jantar fora não é apenas uma questão de moda ou de tendências — afinal, os lisboetas levam muito a sério a comida e, mais do que uma necessidade, representa “um luxo”. Nesse sentido, o conselho é para reservar uma mesa antes de entrar por um restaurante adentro com a barriga a acusar apetite.

Já na Invicta, o The Telegraph destaca os pratos de peixe que “abundam na dieta local”, tal como o bacalhau. A Francesinha, como seria de esperar, não fica para segundo plano e é recomendação obrigatória — “pelo menos uma vez” [na vida], sendo considerada um “ritual de passagem”. Apesar das opções de cozinha internacional serem, de acordo com este jornal, “limitadas”, há elogios para os “inovadores chefs locais”, tal como Pedro Barreiros.

A lista completa das 20 melhores cidades para comer em 2019

  1. Copenhaga
  2. Paris
  3. Barcelona
  4. Londres
  5. Roma
  6. Lisboa
  7. Edimburgo
  8. Veneza
  9. Budapeste
  10. Reiquiavique
  11. Berlim
  12. Florença
  13. Dubrovnik
  14. Madrid
  15. Viena
  16. Bruges
  17. Porto
  18. Sevilha
  19. Bordéus
  20. Atenas