O tenista Andy Murray submeteu-se a uma nova operação à anca, em Londres, anunciou esta terça-feira o escocês no Instagram, poucos dias depois de ter anunciado a decisão de terminar a carreira este ano.

“Espero que seja o fim das minhas dores na anca, agora que tenho uma anca de metal”, escreveu o antigo número um mundial e vencedor de três ‘Grand Slam’ (US Open, em 2012, e Wimbledon, em 2013 e 2016).

Andy Murray, de 31 anos, já tinha sido operado em janeiro de 2018, em Melbourne, tendo, então, só voltado a jogar em junho, no torneio londrino de Queens.

Este ano, no Open da Austrália, o escocês, bicampeão olímpico, foi eliminado na primeira ronda pelo espanhol Roberto Bautista-Agut.

Antes do primeiro ‘major’ do ano, Murray tinha assumido a decisão de se retirar este ano, após o torneio de Wimbledon, devido às dores e às lesões que o impediram de jogar ao melhor nível.