A equipa da Polícia Marítima portuguesa, em missão na ilha grega de Lesbos, resgatou na madrugada de hoje 20 migrantes que foram localizados num bote perto de Eftalou, Grécia, divulgou este sábado, 2 de fevereiro, aquela polícia.

Segundo adiantou a Polícia Marítima em comunicado, no bote seguiam oito homens, sete mulheres e cinco crianças, incluindo um bebé de sete meses de vida.

O bote foi detetado pela vigilância costeira da Polícia Marítima cerca das 01:00 (hora local), em frente a Eftalou, tendo as coordenadas sido transmitidas para a embarcação “Tejo”, que efetuou a interceção e resgate.

Os 20 migrantes foram posteriormente transportados para o porto de Skala Skamineas, onde desembarcaram em segurança, tendo sido entregues às autoridades gregas.

A equipa da Polícia Marítima portuguesa está integrada na operação POSEIDON, sob égide da agência europeia Frontex e em apoio à guarda costeira grega, com a missão de controlar e vigiar as fronteiras marítimas gregas e externas da União Europeia, por forma a combater o crime transfronteiriço.

A missão realiza-se no âmbito das funções de guarda costeira europeia.