Espanha

Mourinho condenado a um ano de prisão com pena suspensa por fraude fiscal em Espanha

123

Em causa estão os direitos de imagem relativamente aos anos de 2011 e 2012, quando o português era treinador do Real Madrid. Agora terá de pagar também uma multa de mais de dois milhões de euros.

José Mourinho já tinha sido condenado em 2015 ao pagamento de um milhão de euros pelos mesmos motivos

NIGEL RODDIS/EPA

O treinador português José Mourinho foi condenado a um ano de prisão com pena suspensa e a pagar 2,2 milhões de euros por fraude fiscal, avança a imprensa espanhola esta terça-feira.

Segundo a agência noticiosa EFE, Mourinho esteve esta terça-feira num tribunal de Madrid para formalizar o acordo com as autoridades fiscais e judiciais espanholas, que o acusaram de ocultar receitas de 3,3 milhões de euros em 2011 e 2012, relativas a direitos de imagem, quando era treinador do Real Madrid.

Além da multa de mais de dois milhões de euros e dos 182.500 euros, nos quais foi convertido o ano de prisão com pena suspensa, Mourinho, atualmente sem clube, vai pagar a verba que terá ocultado.

Segundo o acordo, que tem ainda de ser ratificado por um juiz, José Mourinho já pagou em julho 462.000 euros, pelo que a verba em dívida é de 2,84 milhões.

Em causa está um contrato celebrado por Mourinho entre a Koper Services e a Multisports & Image Management, sediadas nas Ilhas Virgens Britânicas e na Irlanda, respetivamente, para a cedência de direitos de imagens. Cerca de quatro anos mais tarde, em 2008, Mourinho terá assinado outro contrato com a Polaris Sports Limited, que tinha a mesma sede. O fisco espanhol defendeu que essas empresas foram usadas pelo português para ocultar rendimentos provenientes de acordos comerciais.

“Todas estas estruturas corporativas foram utilizadas pelo réu com o objetivo de omitir os benefícios inerentes dos seus direitos de imagem”, lê-se na acusação do Ministério Público espanhol, citada pelo El  Mundo.

José Mourinho é uma das várias figuras do futebol mundo a enfrentar problemas com as autoridades fiscais espanholas, que recentemente chegaram a acordo com o futebolista Cristiano Ronaldo para o pagamento de uma multa de 18,8 milhões de euros.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)