O deputado e presidente da Comissão de Finanças da Assembleia Nacional venezuelano, Carlos Paparoni, revelou esta terça-feira que o governo de Nicolás Maduro tentou transferir ativos venezuelanos que estão em contas do Novo Banco para o Uruguai, avançou a agência Reuters. O Novo Banco, entretanto, bloqueou o pedido de transferência, adianta a agência. Esta situação terá resultado da constatação de que não estavam reunidas todas as condições exigidas pelas regras internacionais para este tipo de transações.

O anuncio é feito um dia depois de a Comissão de Finanças da Assembleia Nacional do país ter pedido ao Governo português proteção dos ativos venezuelanos. “Fizemos chegar ao Presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, a informação sobre as contas nas quais se encontram os ativos do Estado venezuelano em Portugal, para pedir perante o Novo Banco e o Governo [português] a proteção dos ativos da Venezuela nesse país”, escreveu Paparoni no Twitter.

Recorde-se que o autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, denunciou esta segunda-feira que Nicolás Maduro tentou transferir 1,2 mil milhões de dólares (1,05 mil milhões de euros) para o Uruguai. “Estão (o Governo venezuelano) a tentar transferir o dinheiro de uma das contas do Bandes (Bando de Desenvolvimento Económico e Social da Venezuela) para o Uruguai”, disse, apelando ao Uruguai para que “não se preste a que roubem parte do dinheiro” da Venezuela.

Assembleia Nacional pede proteção de ativos do Estado venezuelano em Portugal