O trimarã que naufragou nos Açores, em novembro de 2017, foi encontrado esta quinta-feira, praticamente intacto, na ilha de Eleuthera, em Bahamas, a 346 quilómetros a leste de Miami (Flórida, EUA). A notícia foi avançada pelo jornal espanhol ABC.

O acidente aconteceu no dia 8 de novembro de 2017. A bordo do trimarã Multi50 Drekan Group, que participava numa corrida, estavam os tripulantes franceses Eric Defert e Christopher Pratt, quando o vento e ondas fortes viraram a embarcação.

Defert e Pratt foram resgatados de imediato por um navio holandês Bautriton e, em seguida, foram transferidos para um navio da Marinha Portuguesa que os levou à ilha de São Miguel.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O trimarã acabou por ser deixado no local do naufrágio e foi sendo arrastado pelas correntes. Apareceu de novo esta quinta-feira. A “aventura” solitária do Multi50 Drekan Group durou precisamente 456 dias, ou seja, 1 ano, 2 meses, 4 semanas e 2 dias. A embarcação percorreu 2.900 milhas náuticas (5.370 km), a uma velocidade média de 0,226 nós (11,76 km por dia).