Em menos de três dias, mais dois incêndios atingem o Brasil. Na tarde desta segunda-feira, o apartamento da Comissão de Desportos da Aeronáutica, onde os jogadores de futebol do Bangu estavam alojados, incendiou, noticia Globo Esporte. Segundo a assessoria de imprensa do Bangu, três atletas, aforam levados para o Hospital da Aeronáutica e dois ficaram internados. A sua identidade não foi partilhada.

De acordo com a assessoria do clube, as causas do incêndio estão a ser investigadas e o presidente do Bangu foi para o local. O incêndio deflagrou num quarto de descanso para os atletas.

Segundo a imprensa local, o incêndio começou pelas 15h00 locais (17h00 em Lisboa) depois do treino da equipa, que milita no quarto escalão do futebol brasileiro, no complexo da Comissão de Desportos da Aeronáutica, na zona oeste do Rio.

A identidade dos feridos, dois futebolistas e um soldado, não foi divulgada, sendo que a assessoria de imprensa do clube brasileiro admite que dois dos três possam ter alta médica ainda esta nesta segunda-feira, sendo que o terceiro, um dos futebolistas, está numa unidade de cuidados intensivos por ter inalado demasiado fumo.

A Aeronáutica está a investigar as causas do incêndio, o segundo em menos de uma semana nas instalações de um clube do Rio de Janeiro, depois de na última quinta-feira o centro de treinos do Flamengo ter sido afetado por um outro, que custou a vida a 10 jogadores da formação, com idades entre os 14 e os 16 anos.

Outro incêndio atingiu um supermercado no Jacaré, na Zona Norte do Rio de Janeiro, por volta das 16h40 da hora local (18h40 em Portugal), desta segunda-feira, segundo o jornal Globo. Os bombeiros já se encontram no local, contudo, ainda não há nenhuma informação sobre vítimas.