A Unidade de Controlo Costeiro da GNR apreendeu quase uma tonelada de ostras numa unidade de maneio e tratamento de bivalves ilegal, situada na Gafanha da Encarnação, em Ílhavo, informou esta segunda-feira aquela força policial.

Segundo um comunicado da GNR, as ostras foram apreendidas na passada sexta-feira, no âmbito de uma operação destinada ao controlo da captura, transporte e comercialização de bivalves, na ria de Aveiro.

Os militares detetaram um armazém a laborar como unidade de maneio e tratamento de bivalves, sem licenciamento, existindo no local quase uma tonelada de ostras sem possuírem os documentos sanitários obrigatórios”, refere a mesma nota.

Desta ação resultou a apreensão de 905 quilos de ostras “crassostrea gigas”.

Foram ainda apreendidos 532 sacos ostrícolas, 500 sacos de rede plástica, 500 cilindros de plástico e 150 caixas de madeira, para embalamento de ostras, um depósito com estrutura metálica de 1.000 litros, um tanque de arrefecimento com motor acoplado de oxigenação e circulação de água com capacidade para 1.000 litros, um tanque em metal para conservação e estágio das ostras e diversos equipamentos utilizados no tratamento, calibragem e separação das ostras.

De acordo com a GNR, o valor total dos equipamentos e de ostras apreendidas ascende os 81 mil euros.

As autoridades identificaram um homem de 54 anos e foram elaborados dois autos de notícia por contraordenação devido à falta de licenciamento e pela posse de bivalves, sem os respetivos documentos sanitários.